terça-feira, 24 de junho de 2008

Amigo

“Amigo é coisa pra se guardar... debaixo de sete chaves, assim falava a canção que na América ouviu...”.

Lembras-se dessas palavras? Nós as sonhadoras e românticas ainda acreditamos nos amigos. Aqueles que na infância; dividem seu sanduíche no recreio, que quando nos vêm rodeadas pelos bad boys correm ao encontro, e defendem você com unhas e dentes; aqueles que levam e entregam suas cartinhas de amor.Aqueles que na adolescência levam seu material escolar pra casa quando você tem um encontro; aqueles que enquanto você gastou toda sua mesada sempre têm suas economias para pagar o cinema; aqueles que até mentem para tirá-la de uma enrascada, e quando os pais viajam fazem a maior festa em sua casa, que participam de seus ciclos froidianos, ouvem suas músicas prediletas só para estar com você. Aqueles que mesmo depois de adulto não esquecem de dar um telefonema para saber se precisa de algo; aqueles que mesmo sem festa nunca esqueceram seu aniversário; aqueles que abrem sua porta quando você brigou com o marido (mulher); aqueles que não opinam em sua vida apenas o acompanham; aqueles que ficam felizes com seu sucesso, e não o invejam, mas sim participam da sua felicidade. É... amigos são como uma vacina, podem salvar sua vida. Esses seus amigos são a essência do seu caráter. São os frutos das sementes que você semeou até agora.

O pulo da inocência


Ah!Quanto tempo!
Hibernei. Esqueci... na verdade buscava respostas a tantas perguntas.
Nao escalei o monte Fugi, mas estive muito proxima. Nao viagei até o Tibet, mas confesso que me vi muitas vezes saltando as nuvens borbulhantes do Himalaia.
Que sensação de medo!
Tambem não fiz regressão por hipnotismo no entanto passei meses anestesiada apenas esperando que qualquer santo fizesse um milagre mesmo cansada de saber que ha muito não acredito em sua existência. Ficaram tão longe... em minha doce infancia naqueles quadros empoeirados, nem mesmo lembro seus nomes suas faces.
Mas relembro claramente as turbulentas fases da minha vida.
Havymetal, hippie, madonna, skatista, dark, abapuru, froidiana, zen e hoje em dia ecologista.
Se tornar-se adulto é isto; uma retrospectiva, então estou chegando lá.
Trocando facilidades por naturalidade, fortuna por bem-estar, noites mal-dormidas po ar puro, enfim, compreendo que o desejo de alcançar o topo alem de roubar a tranquilidade, suga seus melhores anos, seu melhor estado de equilíbrio, sua inocência, sua bondade. Faz murchar esta flor rara, sensível e luminosa que cada um carrega dentro de si chamada coração .

quinta-feira, 3 de abril de 2008

sábado, 6 de outubro de 2007

Um Gigante

E uma Princesa se apaixona pelo Gigante na expectativa de nunca ter problemas pois ele a protegeria de tudo. Do sol intenso lhe fazendo sombra; da chuva apenas num estender de sua mão; do vento protegendo-lhe com seu peito imenso; das tempestades arcando seus ombros, e apenas com um sopro expulsaria qualquer um que tentasse aproximar-se dela. A princesa mal sabia o que o destino a reservava.
O Gigante por si, de tão feliz não sabia o que fazer para suprir todos os desejos e deleites de sua princesa. Subia montanhas para buscar-lhe uma orquidea rara. Enfrentava guerras e armas para proteger seu castelo, atravessava mares para buscar-lhe pérolas preciosas. Garimpava todos os rios do mundo para trazer-lhe um diamante perfeito.
Os anos se passavam e o gigante e a princesa se tornaram adultos. A Princesa perdeu sua vivacidade e sentía-se cada vez mais sozinha (dentro de si mesma). Não havia realizado nada durante toda sua vida, apenas esperado pelo Gigante. Não viveu...
Em sua ultima volta ao castelo o Gigante ja cançado de tantas e tantas viagens recostou-se numa poltrona chorou pela primeira vez e se perguntou de que havia valido a pena tantas viagens que o envelhecera e dormiu um sono profundo de muitos anos e quando acordou a princesa havia deixado o castelo em busca do desconhecido. Mas ele ja nao tinha forças para procurá-la. E não mais se levantou.
Ela subiu montanhas, navegou muitos mares, visitou muitas terras, em busca de sua juventude perdida. Mas não a encontrou! E chorou, chorou...Até esqueceu-se do Gigante, era como se ele tivesse sido apenas uma parede em sua existência.
Depois de muitos anos ela voltou ao castelo e como não havia encontrado o que procurara, sentou-se em uma cadeira confortável e dormiu eternamente!
CADA UM DEVE VIVER PARA SI MESMO

sexta-feira, 13 de julho de 2007

Nossa Heroína


Em princípio parecia mais uma jovem chata(urussai), muito falante, mas quando o assunto se tratava de voluntariado ela ergueu uma bandeira e desfraudou palavras de arrepiar. Ha alguns anos visitou o Vietnã e nunca mais pode esquecer aquelas crianças carentes. Ela, uma jovem brasileira, dekassegui, trabalhando no Japão como operária como tantas outras para fazer uma polpança. Não para voltar ao Brasil mas sim para ser voluntária num dos países mais castigados do planeta. E não estou falando agora de Angelina Jolie e sim de uma simples mortal, de apenas vinte e poucos anos. Que não sai em revistas e magazines ou jornais famosos, porem trabalha muito para conseguir donativos, roupas e alimentos para essas crianças. Não pode contribuir com nada alem do seu trabalho e esforço. No entanto quando fala daquela terra, seus olhos brilham, preocupadíssima com o futuro ou melhor o presente daquelas crianças. Diz que pensa em adotar algumas mas antes disto ainda quer trabalhar muito para todas elas. Admirei-me pelo seu carisma, e empolgação por ser tão jovem e tão decidida em abdicar de seus interesses para se dedicar aos dos outros.
Voce é uma heroína! E todos devem colaborar com voce!
Após a segunda Guerra Mundial a França concedeu a Independência ao Camboja mas o país não consegue ainda hoje andar com suas próprias pernas. Em 1953 entra em uma guerra interna entre o governo comunista e a esquerda. Em 1970 o governo sofre um golpe de estado pelo seu primeiro Ministro Lon Nol enquanto o Presidente esta viajando. Em 1975 começa uma das guerras mais sangrentas da historia da Ásia entre o Khmer Vermelho e o governo. À partir daí mais 2,3 milhões pessoas, quase um terço da população é eliminada em assassinatos de massa, incluindo intelectuais e professores que tivessem algum ligamento com o antigo governo, ações bem próprias do regime comunista. Estados Unidos entra em cena e uma guerra muito dolorida se propaga, mas esta historia que todos conhecem de cor. Mesmo assim um comunista -ex-presidente Lon Nol- ainda é julgado pelo sistema democrata sendo condenado à prisãoperpétua, mesmo depois de praticar tantos crimes em massa. Ainda hoje a população mutila-se dia-a-dia pelos campos minados daquela época.
Um país quase sem renda percapta sobrevivendo da agricultura deixa-nos um nó na garganta. http://http://pt.wikipedia.org/wiki/Hist%C3%B3ria_do_Camboja
"E ainda tem gente se matando por tão pouco".
Saiba mais sobre:

quinta-feira, 12 de julho de 2007

sábado, 7 de julho de 2007

Salve a Terra



E neste momento no mundo inteiro esta para acontecer o Live Earth! Um programa de lives para a conscientização da população dos problemas que nosso planeta vem enfrentando com o aquecimento global. Voce esta à par de tudo? Se não sabe nada sobre isto ou quer saber mais, confira agora e atualize-se! Nosso planeta esta em perigo! www.liveearth.br.msn

domingo, 17 de junho de 2007

Sem minas e muitas flores

Hoje, empresto esta página para postar ela que além de ser uma Deusa, defende os fracos e oprimidos com unhas e dentes! Minha sincera admiração por Angelina Jolie, nao é apenas por ela ser um astro! Mas sim uma estrela que brilhará sempre para aqueles que um dia sonharam em encontrar uma fada que os tranformassem! Sim ela representa nós mulheres que nos preocupamos com o próximo, que ajudamos a divulgar as causas dos sem teto ou famintos não somente de alimentos, famintos de uma palavra de afeto e de esperança, sedentos não somente de água mas de força para sobreviver pois que já não sustentam as próprias pernas não por falta de vontade mas por falta de forças, por falta de esperança para o futuro. Empresto esta página para falar o que muitos tentam abafar num sussuro e falo bem alto sobre as doenças que assolam toda uma geração, por falta de apoio não somente material mas principalmente moral, por falta da palavra, que sempre foi a ponte de todas as negociações e que ficou presa em laboratórios. E ainda assim sonham com uma vida melhor!

terça-feira, 12 de junho de 2007

Gordos, Chauvinistas e Carecas


Nesta vida atribulada, repleta de erros e desacertos lembrei-me de uma amiga que ha tempos nao nos falamos. Estava organizando meu banco de imagens, quando encontrei esta foto trazendo tal lembrança de um dia muito quente ha alguns anos atras. Um piquenique que fiz com ela, uma mexicana casada com um japones. Estendemos uma toalha gigante e ficamos nos espreguiçando feito gatas (borralheiras-rs). Foi o piquenique mais gostoso que ja fiz na vida pois ela preparou tudo e convidou-me. Naquela cesta havia vinho; uma sopa fria de tomate com abacates e um tempero totalmente desconhecido e que nunca mais esqueci o sabor; pão francês -claro que era baguete- e carne de pato fatiada, frango frito em pequenos quadradinhos, 2 ou 3 tipos de queijos. Ela acabara de perder um emprego maravilhoso em que ganhava muito pouco, mas lhe dava fama e como trabalhara anos ali estava muito chateada. Imagine se não tivesse! Preparar tudo aquilo! E conversa vai e vem e nao resistimos ao cheiro delicioso que vinha da cesta. Começamos com o vinho tinto e queijo e acabamos com os sanduiche de carne de pato e frango frito. Agora a combinação com a sopa fria era indescritível!
Amei estar no Japão pois é muito comum fazer piquenique aqui até nos dias de semana, como foi o nosso caso. Se é no Brasil ja seríamos farofeiras, rs. Depois brincamos com sua american-litle-.....esqueci o nome, uma cadela linda cor que era misto de chocolate e rosê, e jogamos vôlei. Duas desempregadas! E quando olhamos no relógio o sol ja estava baixo e fomos apressadas embora para preparar a casa e receber os maridinhos machistas, chauvinistas, ditadores e carecas!


sábado, 9 de junho de 2007

Salve o Planeta Terra

Mesmo no Japão, com muita variedade de informações (em portugues) os brasileiros não têm o bom senso de fazer a separação do lixo como deve ser feita. Soluções imediatas devem ser tomadas. O brasileiro aqui falam muito sobre ecologia, porém são poucos os que cumprem o seu papel. Um exemplo disto está onde resido atualmente no Japão ( a cidade de maior concentração de brasileiros, 20 mil). Um predio onde metade dos 100 apartamentos sao de moradores brasileiros e a maioria não cumpre as regras de separação do lixo. Penso que não é tanto sacrifício, separar latinhas, vidros, plásticos, lixo reciclável e queimável e jogar na lixeira apenas nos dias respectivos da coleta. Agora não é mais uma questão de país de primeiro mundo ou de ultimo mundo. A questão é que o lançamento de CO2 (gás carbônico) na atmosfera deve ser reduzido em 50% o quanto antes possível, e o mundo inteiro deve colaborar. Se a temperatura não baixar nossos netos estarão em apuros, o problema é muito mais sério do que a mídia nos informa. O Japão se compromete a liderar esta luta contra o massacre do planeta, e o problema do lixo é um dos mais sérios enfrentados. Já que residimos aqui, devemos colaborar cumprindo as regras.

Classico moderno

Loading...